Alemanha e Bélgica: um roteiro para estudar cervejas

Posted: 10 de janeiro de 2017-Likes: 0-Comments: 0-Categories: Gastronomia

É comum ouvir por aí que o “amor move montanhas”, mas vocês já viram o que um apaixonado por cerveja é capaz de fazer? De olho nesse mercado, a Science of Beer lançou no Brasil um roteiro que levará os aficionados pela bebida ao seu berço de origem. Por mais que envolva regiões belíssimas, de riqueza cultural e histórica, o tema da viagem é um só: cerveja.

Durante os 16 ou 19 dias da viagem – que ocorre entre setembro e outubro –, os participantes farão tours que vão desde fazendas de lúpulo e maltarias na Alemanha, até a cervejarias no interior da Bélgica. É claro que uma visita à tradicional Oktoberfest não fica de fora.

Não só de bebedeira se restringem as atividades no entanto. Os participantes aprenderão sobre história e características das escolas cervejeiras dos dois países em aulas teóricas e técnicas. No cardápio, também há visitas guiadas, palestras exclusivas, degustações e eventos.

“Além de prestigiarmos países referência em cerveja, fomos muito criteriosos na escolha dos professores e guias para que os viajantes conheçam profundamente o mercado cervejeiro local e tenham uma experiência exclusiva e completa”, explica a diretora do Science of Beer e idealizadora do “Viagem de Estudos Cervejeiros”, Amanda Reitenbach.

O roteiro leva os estudiosos da cerveja às cidades belgas de Bruxelas, Gante e Bruges, e às alemãs Berlim, Leipzig, Bamberg e Munique. Há também dois dias opcionais que levam os viajantes à República Tcheca – país que tem o maior consumo per capita de cerveja no mundo – e também a um beer spa.

Prev / Next Post